Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor do Mundo

23
Jun17

Feeeeerias 1ª volta! #4

Depois de Bruxelas, seguimos para o segundo destino. Outro país, e quase parecia outro mundo. Mais verde, mais luminoso, mas calmo.

Este é o país que aparecerá em primeiro lugar, destacado, na minha lista se algum dia Portugal deixar de ter oportunidades. Na Holanda o estilo de vida seduziu-me.

Começámos por Roterdão. 

Esta é uma cidade moderna e apesar de uma história já antiga, tem uma cara nova, uma vez que renasceu pela mão de diversos arquitetos contemporâneos, após ter sido destruídas por bombardeamentos nazis durante a II Guerra Mundial. Criatividade não lhes faltou. A cada esquina, em cada edifício, algo novo, e incomum, para ver.

As Cube House, de uma amarelo forte, são os edíficios mais estranhos da cidade (apesar de haver muito bons candidatos). Havia algumas à venda, por isso se estiverem a pensar mudar-se para Roterdão, ponderem. Mas levem pouca coisa, diz que o espaço de arrumação não abunda.

Ao lado desta floresta de casas amarelas encontra-se o Markthal, que em português significa "mercado municipal". Este edíficio colossal (fiquei verdadeiramente surpreendida com a sua dimensão), em forma de arco, abriga um mercado, onde se vende desde comida confecionada, ao estilo street food, queijo, fruta, bebidas e flores, tem também escritórios e apartamentos. Sobre a área do mercado, ergue-se um enorme tunel, no qual estão gravadas imagens gigantescas de fruta, legumes e animais, pintadas com cores vibrantes. 

Em Roterdão aproveitámos para passear bastante, sem o objetivo de ver este ou aquele local. Acabámos por nos cruzar com alguns moinhos, os famosos moinhos da holanda, já na periferia da cidade.

 

Foi uma cidade que me apaixonou verdadeiramente porque, apesar de albergar cerca de 600 mil habitantes, é uma cidade limpa, organizada e fluída. Facil e rápidamente se chega a qualquer lado, tanto que no primeiro dia lá conseguimos ver praticamente todos os pontos de interesse da cidade, e ainda conhecemos outros que normalmente ficam mais reservados ao habitantes.

Se tiverem uns dias livres e não souberem que destino escolher, ponderem Roterdão, não se vão arrepender. (se arreprenderem esqueçam que seguiram o meu conselho)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub