Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor do Mundo

30
Out17

E Leiria aqui tão perto

Durante três anos Leiria representou uma parte importante da minha vida. Foi lá que fiz a minha licenciatura, no entanto como continuava a morar e trabalhar noutra cidade, não conheci Leiria devidamente. É uma cidade de que gosto, não apenas pelo carinho de me ter proporcionado algo tão importante, mas porque é uma cidade que tem tudo, menos a confusão das grandes cidades. Continuo a ir lá com frequência, por vezes para ir às comprar, outras para ir ao teatro.

Desta vez a viagem tinha como objetivo conhecer o Castelo de Leiria, que nos espreita, lá do alto, sempre que chegamos à cidade.

Trata-se de um "castelo medieval, artística e arquitetonicamente representativo das diversas fases de construção e reconstrução desde a sua fundação até ao século XX" foi conquistado e reconquistado, tendo sofrido as consequências das invasões francesas. Apesar de tudo é um castelo bonito, uma dos que mais gostei de visitar. 

Acho importante visitar o nosso património, e principalmente fazê-lo com a M. Há um tempo decidimos conhecer primeiro tudo o que temos perto, mas não temos cumprido. Há tanto para ver neste Portugal que vamos adiando o que está perto. Morando no centro do Portugal temos fácil acesso a quase tudo, conseguimos chegar com relativa facilidade e rapidez ao Norte ou ao Sul e mesmo por aqui temos uma imensidão de coisas para nos ocupar. Somos sortudos, é verdade. Optar por visitar o castelo de Leiria este mês foi uma ótima opção e penso que os próximos passeios vão seguir a mesma linha.

 

Infelizmente, uma semana depois da nossa visita ao castelo de Leiria, o distrito de que a cidade é capital, e um pouco por todo o centro e norte de Portugal, a calamidade abateu-se. Muitas pessoas perderam a vida, muitas pessoas perderam familiares e todos nós perdemos património ambiental. Todos nós perdemos qualidade de vida com a destruição da nossa floresta. Não podemos aceitar que em pleno ano 2017, num país desenvolvido, estas coisas aconteçam. Como é que pode ser? É triste e temos que ser mais exigentes com as pessoas que elegemos, que têm a responsabilidade de tornar Portugal num lugar seguro e feliz. Tem-se apostado no turismo, que tem ajudado tanto o nosso país a crescer, como é que depois se deixa arder, se reduz a cinza, uma parte tão importante dessa promoção, como são as nossas paisagens? É muito triste.

Agora cabe-nos reerguer, reconstruir, reflorestar e lutar para que não volte a acontecer. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub